ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Freno da Europa acontecerá em novembro, na Itália

11 DE OUTUBRO DE 2019 - ATUALIZADA EM 14 DE OUTUBRO DE 2019 | Redator: Júlia de Andrade e Juliana Rosa/ABCCC

O Brasil é um país tradicionalmente conhecido por sua agricultura, pecuária e cultura. Nosso turismo atrai pessoas de todos os lugares, fator importante para a movimentação da economia mundial. Recentemente, um desses intercâmbios germinou frutos para a história do Cavalo Crioulo. Em visita à Expointer 2019, o presidente da Associazione Nazionale Allevatori Cavallo Criollo (ANACC), Giuseppe Bonacina, anunciou a primeira edição do Freno Europa. O evento acontecerá de 7 a 10 de novembro deste ano e integrará a programação da Fieracavalli de Verona, a maior feira equestre da Europa.


Onde tudo começou  

 

O convite da visita partiu do fotógrafo Fagner Almeida, idealizador do Projeto Em busca do Cavalo Crioulo. Trabalhando com entrevistas que vão resultar em diferentes episódios de um documentário, o profissional e sua equipe visitaram a Europa para retratar o dia a dia de criatórios na Itália, Alemanha, França e Suíça. Durante o período de captação dos materiais, foi criado um vínculo com jovens proprietários de estabelecimentos crioulistas: Enrico Pavese, da Traditional Ranch, localizada em Asti, e Daniel Bosio, da Cabanha El Caracol, localizada em Bergamo. Desde então, os criadores italianos estiveram duas vezes no Brasil, em janeiro deste ano e durante a Expointer, acompanhados do presidente da ANACC. Nesse período, os jovens passaram cerca de um mês treinando no CT Guto Freire. 

 

Em conversa com Bonacina, Francisco Kessler Fleck, presidente da ABCCC, mostrou-se contente em divulgar o lançamento na Europa da prova que há mais de 37 anos caracteriza a raça Crioula. Antes da abertura oficial das inscrições, o número de interessados já era de aproximadamente 20. Na primeira edição do evento serão realizadas apenas algumas das etapas do Freio de Ouro, mas Fleck acredita que adaptar as etapas à vivência dos competidores da Itália é algo atrativo e positivo. Para o próximo ano, a ideia é seguir organizando eventos que promovam a raça na Europa. “A Fiera é um evento global, estarmos nela representa muito na história que estamos consolidando”, completa o presidente.

 

A representative da Fieracavalli 

 

Mundialmente conhecida como a maior feira equestre da Europa e um dos mais antigos eventos equestres do mundo, a Fieracavalli vem sendo palco para Crioulos há aproximadamente 15 anos. Além de estreitar a distância entre os criadores de diferentes cidades e países que se reúnem anualmente para pensar conjuntamente sobre o futuro da raça, o evento é uma oportunidade de apresentar as habilidades físicas e a beleza do Cavalo Crioulo a milhares de pessoas que circulam nos pavilhões de Verona. 

Em 2019, o foco da Fieracavalli será voltado a novidade promovida conjuntamente pelas associações europeias e sul-americanas - a associação brasileira e a uruguaia. Seguindo alguns dos critérios de seleção já adotados nesses países, a realização do primeiro Freno Europa em solo europeu tem gerado grandes expectativas para a região e representa mais um marco na história da raça. O Freno acontecerá paralelamente à programação da Fiera, com a presença de participantes de cinco países diferentes.

 

Linha do tempo 

 

Presidente da associação italiana e presidente da associação alemã participam pela primeira vez da Expo FICCC, edição realizada em Esteio/RS

 

Fieracavalli: primeiros contatos de aproximação entre criadores europeus e ABCCC

 

Criadores italianos visitam a sede da ABCCC em Pelotas

 

O primeiro curso sobre Freio de Ouro aconteceu na Itália

 

Almoço durante a Expointer oficializa o Freno Europa