ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Nota de falecimento: Javier Quevedo Pfannl, fundador e primeiro presidente da Associação do Paraguai

19 DE NOVEMBRO DE 2022 - ATUALIZADA EM 19 DE NOVEMBRO DE 2022 | Redator: Redação ABCCC

É com enorme pesar que Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) recebe e comunica à sua comunidade a informação do falecimento de Javier Quevedo Pfannl, aos 83 anos, ocorrido nesta sexta-feira (18), no Paraguai. Importante nome quando se trata de falar daqueles que foram verdadeiros embaixadores e fomentadores da raça Crioula nos diferentes países da América do Sul, Javier foi um dos sócios fundadores da Asociación de Criadores de Caballos Criollos del Paraguay, constituída oficialmente em 1976, entidade da qual tornou-se seu primeiro presidente (de 1977 a 1982) e onde também teve outras duas passagens pela presidência (nos períodos de 1989 a 1990 e 2008 a 2009).


Criador, jurado da raça (inclusive integrando importantes julgamentos de exposições internacionais) e figura muito presente nas atividades e ações da Federação Internacional de Criadores de Cavalos Crioulos (FICCC), criou importantes vínculos e fortes amizades com as demais lideranças e criadores dos países vizinhos, como o Brasil. Tendo a paixão por cavalos herdada de família, pelo avô e pai, iniciou sua criação de equinos, escolhendo pela raça Crioula, em 1974 (ano em que adquiriu os primeiros ventres na Argentina e no Uruguai), atividade iniciada lá e que manteve até a atualidade (através da Cabaña Pirity/Cabaña El Sosiego - afixos Neike e J.Q.), com a qual participava ativamente de eventos da raça. Por toda essa trajetória, tornou-se reconhecido como uma voz de referência quando o assunto é Cavalo Crioulo, tanto que é comum encontrar materiais e artigos de sua autoria, tratando sobre a raça, nos anuários e demais publicações do meio rural em seu país. 


A ABCCC deixa o seu reconhecimento e merecida homenagem à importante história e contribuição de Don Javier Quevedo Pfannl, como um daqueles que dedicou parte de sua vida para o crescimento da raça Crioula, assim como também presta condolências à família e amigos neste momento de perda. 


Homenagem publicada pela Associação do Paraguai em suas mídias digitais



Javier Quevedo (imagem de arquivo - Associação do Paraguai)