ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Gilsinho Diniz vence o Potro do Futuro 2021 com Absoluto do Trinta e Oito

10 DE DEZEMBRO DE 2021 - ATUALIZADA EM 10 DE DEZEMBRO DE 2021 | Redator: Redação ABCCC

Uma noite que reúne os principais cavaleiros da modalidade e de onde saem animais vencedores que prometem brilhar muito nos próximos anos de competição. O Potro do Futuro Aberto do Rédeas de Ouro 2021 apresentou 15 performances em busca do título na pista da arena coberta de Campina Grande do Sul/PR nesta sexta-feira (10).  No fim das notas anunciadas pela voz marcante do narrador oficial das provas de Rédeas, Procópio Prata, prevaleceu o desempenho de um cavalo com campanha promissora e a mão de um treinador que é mais do que conhecido daqueles que acompanham as disputas do esporte. 

 

De 4º colocado no Snaffle Bit Aberto em 2020* à grande campeão do Potro do Futuro 2021. Essa é a trajetória do cavalo tostado ruano Absoluto do Trinta e Oito, que nesta edição veio conduzido pelo cavaleiro Gilson Diniz Filho (que venceu a prova também em 2020), multicampeão que figura nos pódios do Potro do Futuro e Campeonato Nacional em praticamente todos os anos desde 2013, primeira edição do Rédeas de Ouro. Em uma noite inspirada, o conjunto colocou emoção e levantou a torcida, chegando à nota final de 215 pontos. 

 

Com uma receita de sucesso, Gilsinho já vinha treinando com Absoluto do Trinta e Oito há bastante tempo e revela que a velocidade do exemplar é um dos atributos mais importantes do tostado. “Chegamos a conclusão que este cavalo era o mais rápido da tropa e que poderia ter um grande destaque em pista. No final deu tudo certo graças ao nosso treinamento”, revela. Além de comentar sobre a desenvoltura de seu parceiro de pista, ele também fala sobre a sua receita para o sucesso. “Nós temos que entender a cabeça do cavalo e aprender sobre o seu limite, e esse entendimento surge com experiência. O ano passado eu ganhei deste jeito e neste ano ganhei de novo dessa mesma forma, dosando entre a minha habilidade e a do cavalo”, finaliza Gilsinho. 



Trazendo o sangue de Duque do Caajara - cavalo multicampeão e um dos expoentes da história da raça Crioula nas Rédeas - e Atrevida do Castelo, o exemplar campeão é criação e propriedade de um estabelecimento que já provou a experiência em selecionar bons cavalos para a modalidade: a Cabanha do 38, que tem há anos tem as Rédeas como um de seus principais investimentos dentro da raça Crioula, sempre figurando nos resultados de provas em nível nacional. O criatório também faturou o prêmio do 4º lugar Nível 4 e 2º lugar Nível 2.

 

Cinco juízes compõem o time que avalia as provas: Marcos Antônio da Silva Júnior, Ederson Machado, Hiram Resende, Reginaldo Melo Rosa e Leonardo Feitosa. A função de juiz de equipamento fica com o técnico credenciado à ABCCC, Heitor Cheuiche Coelho, e quem coordena o Corpo de Juízes é Luis Gregório Campagna Cruz. Os juízes fazem parte do corpo da Associação Nacional do Cavalos de Rédeas (ANCR) e foram escolhidos pela Subcomissão de Rédeas e pelo Colégio de Jurados da ABCCC

 

* No ano passado, Absoluto do Absoluto do Trinta e Oito havia conquistado a 4ª colocação no Snaffle Bit com o cavaleiro Antônio Corrêa. 

 

Confira o resultado:

 

POTRO DO FUTURO

 

1º LUGAR NÍVEIS 4 E 3

GILSON VIEIRA DINIZ FILHO montando ABSOLUTO DO TRINTA E OITO

Nota: 215,0

 

2º LUGAR NÍVEIS 4 E 3 | 1º LUGAR NÍVEL 2

ANTONIO CARLOS CORRÊA DA SILVA montando QUERUBIN MARRUÁ 

Nota: 214,0