ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Nome de Vilson Aguiar é gravado na Parede da Fama

10 DE SETEMBRO DE 2021 | Redator: Redação ABCCC

Um dia que consagrou e gravou para sempre um nome que já estava escrito, há bastante tempo, na história do Cavalo Crioulo. Na noite desta sexta-feira (10), foi realizada a cerimônia de descerramento da placa em homenagem a Vilson Aguiar, colaborador emérito da Associação Brasileira de  Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). O momento especial incluiu o homenageado na Parede da Fama do Cavalo Crioulo, em frente ao Tattersall de Negócios, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, durante a Expointer 2021. A inauguração contou com a presença da diretoria da Associação, além dos familiares (entre eles a esposa Sônia, os filhos Ana Beatriz e Guilherme, e o neto Bento), colaboradores e amigos do seu Vilson, como é conhecido no meio. 

 

O presidente da ABCCC, Onécio Silveira Prado Júnior, lembrou que a sugestão do nome desse ano foi aceita rapidamente e por unanimidade, em razão de tudo que o homenageado representa. “O Vilson representa todas as classes que existem dentro da entidade e da nossa raça. É figura fundamental em toda a vida da ABCCC. Toda a nossa coletividade está muito feliz e satisfeita de estar podendo  retribuir com essa pequena homenagem esse grande trabalho que você fez pela nossa raça”, declarou em seu espaço de fala. 

 

 

Carregado de emoção, mas sem deixar de mostrar o seu jeito único, cheio de bordões e histórias, Vilson Aguiar fez questão de agradecer a todos que compartilharam e contribuíram com a sua trajetória. “Hoje estou emocionado e honrado com essa distinção que a ABCCC me presta nesse momento”, destacou na fala que iniciou o seu discurso. Entre os agradecimentos feitos pelo homenageado, lembrança especial à sua família, que em suas próprias palavras o apoiou em toda essa caminhada. Também lembrou de prestigiar a importância dos criadores, associados, colegas do corpo técnico, funcionários da entidade, ginetes, tratadores, empresas leiloeiras e todos os envolvidos com o meio do Cavalo Crioulo, lembrando assim a relevância do trabalho de cada uma das pessoas que dedicaram parte de suas vidas à Associação e à raça (assim como ele) : “agradeço a todos aqueles que por aqui passaram e que já nos deixaram, é uma lembrança que faço a todos aqueles que prestaram seus serviços a raça Crioula”, concluiu.