ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Com mais de mil animais, Final Nacional do Crioulaço 2021 entra para a história

17 DE JANEIRO DE 2021 - ATUALIZADA EM 19 DE JANEIRO DE 2021 | Redator: Pedro Henrique Krüger/ABCCC

O que parecia impossível para um período tão atípico tornou-se realidade durante os dias 14 e 17 de janeiro de 2021, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS. Com 100% das vagas preenchidas e R$ 78 mil em premiação, o Crioulaço mostrou mais uma vez porque é a maior modalidade esportiva dentro da raça Crioula. Neste domingo (17), os pódios foram formados para premiar as duplas das Forças A, B e C - ao todo, foram 511 nas três forças.

“O grande segredo foi poder juntar a ABCCC ao pessoal do laço. Quando eu assumi, tinha uma história que a ABCCC não apoiava, e hoje eu agradeço muito a esse povo aqui do laço. A gente fez, faz e tá aprendendo. O segredo todo é a Casa, a nossa ABCCC, estar junto, respeitando o povo do laço e o povo do laço respeitando a ABCCC”, valorizou o coordenador da subcomissão de Crioulaço da ABCCC, Marcelo da Cruz Corrêa, que foi homenageado pelos demais membros da subcomissão.

Com transmissão pelos canais oficiais da ABCCC, que incluíram entrevistas ao vivo feitas pela jornalista Estela Facchin, o domingo decisivo iniciou com as 74 duplas da Força A. Após quase quatro horas de prova, o lugar mais alto do pódio e a premiação (ao todo de R$ 16 mil) foram divididos por duas duplas: Willian Ferreira Dias montando Santa Júlia Hecho a Mano e Samir Poltronieri Goulart montando FPL Coronel; e Josué Rodrigues de Souza montando Felicidad da Pavei e Renan Costa Simão montando Fortunata da Pavei.

O laçador Renan Simão, que já havia faturado o primeiro lugar no Potro de Ouro, explicou os motivos pelos quais as duplas decidiram dividir o prêmio. “Foi uma disputa muito acirrada num gado mocho muito bom, a cancha tava muito pesada devido à chuva, e a gente decidiu parar em duas duplas. Como somos todos amigos, dividimos a premiação e resolvemos parar”, contou. O campeão ainda fez questão de elogiar a qualidade do evento.

Forças B e C finalizam a grande final
Os laçadores continuaram a passar pela boca do brete durante todo o domingo. Com 191 duplas, a Força B iniciou após a abertura oficial. A Força C, por sua vez, movimentou 174 duplas e encerrou a edição 2021 do Crioulaço. Confira os resultados.

 

CLIQUE AQUI e acesse as GALERIAS DE FOTOS

 


Resultados (ainda não homologados pela ABCCC)

Duplas Força A

1º lugar e 2º lugares empatados
- Willian Ferreira Dias montando Santa Júlia Hecho a Mano e Samir Poltronieri Goulart montando FPL Coronel
- Josué Rodrigues de Souza montando Felicidad da Pavei e Renan Costa Simão montando Fortunata da Pavei

3º, 4º e 5º lugares empatados
- Ivo Barbosa Fernandes Neto montando Rob Candango e Tiago Borges montando Xuan da Hulha Negra
- Alan da Silva Ferraz montando El Sueño Domingueira e Leonardo Gobbi Trindade montando Mancha Rara 42 Del Fuego
- Marcio Silveira montando Quatro de Paus da Hulha Negra e Rovane Pinto montando CC Firmeza

>> CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A PLANILHA DAS DUPLAS FORÇA A

 

Duplas Força B

- Leonardo Rodrigues de Melo montando Costalarga Lluvia e Carlos Augusto de Souza Nunes montando Costalarga Lua Cheia
- Gabriel Damiani montando MZ Ressolana e Fabrício Bertoldi montando Dom Castro Neca
- Henrique Bohn Flores montando Figada do Marco de Ferro e Cristiano Muller montando Ibope do Itagiba
- Guilherme Lazzaretti Pacheco montando Bela da CVC e Nicolas Moehlecke Muller montando Faísca do Carpe Diem
- Henrique de Oliveira Schenkel montando Xinoca da Mauá e Gustavo Foques montando Mel na Boca da Pyramidis
- Giovani Lima montando Santa Tecla Índio Velho e Giovan Henrique Flores montando Potyra de São João
- Fernando Henrique Di Domenico montando Chimarrita da Sacuri e Luiz Alberto da Silva Junior montando Herdeira do Pai e Filho
- Marcel Carlos dos Santos montando Quelinda do Sá Brito e Alan Junior Pansera montando Surungo da Sanga da Saudade
- Diogo Rafael Ferrazza montando Garrucha do Pinhal e Maurício Antônio Rosado Carpovinski montando Formiga do Pinhal
- João Pedro Schafer montando GT Gambá e Rafael Geiss Terra montando GT Cancela de Volta

>> CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A PLANILHA DAS DUPLAS FORÇA B



Duplas Força C

- Braytner Souza Santos montando Carrascal Labareda e Gustavo Lima de Oliveira montando La Castellana Ozires
- Matheus Custódio Santos montando Seriema 718 de Nazareth e Eduardo Veit Hainzenreder montando Emissário do Purunã
- Jorlei Ramos Sbersi montando Descoberta do Redomão e Emanuel Cassel montando Campana Bolero
- Murilo Goularte Luz montando Destemido da Dom Vieira e Felipe Fernandes Camargo montando Manchado da Sucuri
- Maurício Santana Pereira montando Lorota do Duque e Alvim Francisco de Quadros Secco montando Rosa Maria da Olinda
- Leandro Krenski da Silva montando Cambona II de Santa Angélica e Leonardo Krenski da Silva montando Querência Azul Escândalo
- Gilberto Kim Camillo Muller montando Luminosa Marupá e Lucas dos Santos dos Santos montando Mais uma Loteria
- Giovane de Oliveira Faleiro montando Jalisco da Tia Perça e Emerson Oliveira Souza montando Los Haragana da Canoa
- Luis Carlos Ferrari montando Don Coradino Brasa e Luis Carlos Scheeren montando Barbela 191 de Santo Isidoro
- Darlan Pinheiro da Costa montando Querência do Galpão Grande e Fabrício Tavares Martins montando Ipê das Águas Claras II
- Alex Sandro Silva da Silveira montando Aquarela da Kim e Bruno Leandro Olheinik montando Imperatriz de Interlagos
- Rodrigo Kremer Piovezani montando AMC Galo da Madrugada e Amauri Casaril montando AMC Flor de Luz 

>> CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A PLANILHA DAS DUPLAS FORÇA C