ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Série Avante: a tremulante bandeira uruguaia de Ana Paula Correa

14 DE OUTUBRO DE 2019 - ATUALIZADA EM 14 DE OUTUBRO DE 2019 | Redator: Pedro Henrique Krüger/ABCCC

O Setor de Comunicação da ABCCC apresenta Avante!, uma série especial que mostra os novos objetivos dos campeões das diferentes categorias do Rédeas de Ouro 2018, com foco na preparação para a nova edição que se avizinha em Campina Grande do Sul/PR, de 9 a 14 de dezembro.

Apesar de ter nascido em solo brasileiro, a bandeira uruguaia foi estendida com orgulho no pódio do Rédeas de Ouro 2018 após a conquista do Campeonato Nacional Amador, com El Tropillero Cuando Quiera. A amazona Ana Paula Correa, que vive há 15 anos em Montevidéu/URU, representou dessa forma o país celeste na “maior arena coberta da América Latina”, em Campina Grande do Sul/PR.

A mudança para a capital uruguaia concretizou-se em 2004. Deixou Porto Alegre/RS para trás para ir ao país vizinho, onde seu pai já vivia no campo. “Nessa primeira etapa não conhecia ninguém e então era fazer ‘vida nova’. Levei comigo minha égua Joaninha de Santa Angélica para seguir montando e, com o tempo, conheci pessoas e fiz amizades! Um país muito lindo de morar! Então me casei com um uruguaio e começamos uma vida lá. Optei por ser cidadã uruguaia e assim representar a bandeira em eventos internacionais”, contou.

Após aqueles 215 de nota, a vida de Ana Paula mudou. “O título do ano passado é um orgulho para mim. É como um antes e um depois, principalmente na parte pessoal de desafio alcançado. É um evento muito prestigiado e o título de campeão é almejado por muitos! É um longo tempo de trabalho e dedicação, mas quando se conquista é bom demais”, revelou.

A preparação para o Rédeas de Ouro 2019, no entanto, não vai ocorrer. A participação dará lugar à torcida por mais um grande evento com riqueza de provas e notas. A amazona campeã do Campeonato Nacional Amador mudou-se mais uma vez de país. Desde janeiro vive na Itália, em Appiano Gentile, a mais de onze mil quilômetros da antiga casa.

 

Os sonhos e o amor à raça, porém, não mudaram em nada. “O Tropillero Cuando Quiera veio comigo para a Itália e sigo treinando aqui. O plano é seguir participando de provas de rédeas aqui também”, finalizou.

 

A Top Baias, a Cabanha Estância da Quinta e a Cabanha Mapuche são patrocinadoras do Rédeas de Ouro 2019

Notícias Relacionadas